(61) 98609-0981

NO AR

Alternativa FM Sobradinho-DF

alternativapopularfm.com.br

Cidade

Distrito Federal terá a maior redução na expectativa de vida com a covid

Publicada em 19/04/21 às 14:40h - 165 visualizações

por Alternativa Popular FM Sobradinho-DF


Compartilhe
 

Link da Notícia:

 (Foto: Alternativa Popular FM Sobradinho-DF)

A pandemia do novo coronavírus será devastadora no Distrito Federal, que terá a maior redução na expectativa de vida da população entre todas as unidades da Federação, segundo estudo da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos. Pelo levantamento, a expectativa de vida na capital do país cairá de 79,08 para 75,40 anos neste ano. A queda, de 3,68 anos, será muito maior do que a redução média em todo o país, de 1,94 ano.

 

Caso esses números se confirmem, a expectativa de vida no Distrito Federal ficará muito próxima da média nacional, que, atualmente, está em 76,60 anos e deverá baixar para 74,66 anos. Será a primeira vez, desde 1940, que o Brasil computará queda na expectativa de vida da população, reforçando o impacto assustador da covid-19 por aqui.

 

Trata-se de um retrocesso e tanto, uma vez que o Brasil vinha num processo contínuo de redução da mortalidade infantil e de aumento da idade média dos idosos. Tudo, graças a políticas sociais consistentes e, sobretudo, a um eficiente programa de vacinação, que erradicou várias doenças, como a poliomielite.

 

Erros no programa de vacinação agravam o quadro

 

Agora, vê-se exatamente o contrário. O país não está conseguindo tocar políticas coordenadas de enfrentamento da pandemia, o que agrava a situação, e não se preparou para um plano de imunização em massa da população. O ideal seria que o Brasil estivesse vacinando pelo menos 2 milhões de pessoas por dia, mas a média diária não tem passado de 300 mil.

 

A expectativa de vida cai porque, além de idosos, a covid está matando muitos jovens, que, num primeiro momento, pensou-se serem mais resistentes ao novo coronavírus. Dados recentes mostram que os jovens já são a maioria dos ocupantes de leitos em unidades de tratamento intensivo (UTIs).

 

O estudo de Harvard teve a participação da brasileira da demógrafa Márcia Castro, do Departamento de Saúde Global e População da Escola de Saúde Pública da universidade norte-americana. A queda na expectativa de vida a população no país terá forte impacto nas políticas públicas, incluindo a Previdência Social.

 




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:


Enquete
Qual dessas Redes Sociais voce acessa?

 Facebook
 Instagram
 Twitter
 Youtube







.

LIGUE E PARTICIPE

(61) 98609-0981

Visitas: 16378
Usuários Online: 46
Copyright (c) 2022 - Alternativa FM Sobradinho-DF
Converse conosco pelo Whatsapp!